Aborto: fazer ou não?

Eu sou contra o aborto. Nunca o faria. Ah, e adotaria, sim (já respondendo à pergunta). Só acho que quem opta por ele deva ter o atendimento médico necessário. A clandestinidade deve ser abolida, pois se torna uma terra de ninguém, onde, algumas vezes, ocorrem barbaridades. Deve-se ter uma atenção básica para esse problema no SUS para minorar os danos. Ao livre arbítrio todos temos direito. Cabe à pessoa que o praticou aprender que o dono da vida é Deus, que alterar o curso dos acontecimentos, vitimando um ser indefeso, ansioso para reencarnar, traz dores profundas. A semeadura é livre, a colheita, obrigatória.feto

 

E você, o que acha do assunto?