Vaivém louco no fundo do poço

Tenho feito um vaivém louco no fundo do poço ultimamente. Devo estar vivendo a jornada da heroína’. Agora é o momento do conflito, da busca da fé. Só pode.
Semana passada, o ciático muito carente quis atenção e uma dor desgramenta’ se fez presente. Pelos efeitos colaterais, resolvi jogar para o alto a prescrição médica e comecei a me alongar. Numa noite, lendo o livro Harpas Eternas, v. III, na parte em que Jesus endireita a coluna de um corcunda, pedi a ele que curasse meu ciático. No dia seguinte, não sentia mais dor.
Ontem, iria começar o estágio em Arteterapia, e, em cima da hora, soube que não poderia fazê-lo no local que havia contatado previamente, há uns 2 meses mais ou menos. Puxado o tapete, desabei no choro. Contei o que ocorrera e uma amiga me ofereceu para fazer as sessões de arteterapia o seu consultório de psicologia, pois naquele horário ela não estaria e iria ficar desocupado mesmo….
Sei que os umbralinos ficam à espreita, mas tem muito mais anjos a minha volta, encarnados e desencarnados.
Hoje consigo ver o amparo que há nas situações de fundo do poço. E já não me preocupo: daqui a pouco chega a resolução do conflito, por terra ou além.delicate-arch-night-stars-landscape.jpg

Anúncios

3 comentários em “Vaivém louco no fundo do poço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s